Sou infeliz, mas tenho emprego!

Ontem, recebi um telefonema de uma amiga me pedindo uma consultoria em relação à gestão de pessoas, pois todos os dias vê colegas de trabalho maltratarem os clientes, empurrarem com a barriga os trabalhos solicitados, pouco se importando com os outros e aí os trabalhos que precisam ser realizados sobra para quem? Adivinhem!

Além disso, reclamam que recebem pouco, que não gostam do que fazem, se ganham cesta de Natal querem peru, se ganham peru querem cesta, passam o dia jogando o famoso paciência no computador ou então, uma navegada na Internet que dura algumas horas do dia.

Chegam ao final do dia… se sentem esgotados e vão para casa cumprir mais um martírio… maridos ou esposas que também apenas trazem problemas, filhos com lição de casa, discussões por causa de dinheiro. No dia seguinte, chegam piores e consequëntemente trabalham muito mal.

E o que essas pessoas fazem para mudar suas vidas? NADA!!!! Apenas reclamam, estão infelizes com o emprego, mas não são capazes de enviar um curriculum, estudar… estão infelizes no casamento, mas não são capazes de buscar sua independência… estão sem dinheiro, mas não são capazes de buscar outras alternativas de renda.

Elas acreditam que são vítimas do mundo cruel em que vivem, que ninguém as ama, tudo o que tem que dá errado é com elas. Adoram se tornar coitadinhas, de viver no vale da mediocridade e o pior, elas atraem outras pessoas iguais a elas e quando se juntam a situação se potencializa e o clima se torna cada vez pior.

Minha amiga, já desesperada, queria uma fórmula mágica para buscar a mudança dessas pessoas e lhe fiz algumas perguntas: “seu chefe imediato sabe de tudo o que ocorre? faz quanto tempo que essas pessoas estão da mesma forma? você consegue mudá-las?”.

Sua resposta: “meu chefe sabe e finge que não sabe… há anos que está desse jeito… só depende delas em mudar, né? já até tentei falar com jeitinho com elas, mas de nada adiantou”. Será que essas pessoas têm solução? Talvez só quando acontecer algo muito drástico em suas vidas para que busquem a mudança. Ninguém consegue mudar ninguém.

Minha amiga, apesar de tanto trabalho, é feliz, conseguiu e consegue tudo o que deseja em sua vida. Tem consciência que seu comportamento gera resultados positivos, pois transforma problemas em desafios e vibra com cada um deles e isso a motiva cada vez mais em buscar melhores resultados, por isso se considera um ser diferente no meio de tanta gente igual. Talvez a solução seja demitir todos os funcionários desmotivados (mas o chefe nunca teria coragem) ou então minha amiga dê um “adeus, valeu enquanto durou”.

Aqueles que reclamam continuarão a ter uma “vidinha mais ou menos”, mas sair da zona de conforto para quê?

Sou infeliz, mas tenho emprego!

Anúncios

4 comentários sobre “Sou infeliz, mas tenho emprego!

  1. Luciana

    é muito fácil reclamar,dificil é fazer a diferença,preciso buscar o melhor para minha família, e para minha pessoa, sempre, ter coragem sempre…Para escolher algo melhor…

  2. GLEICI

    PARA BUSCAR UMA BOA COLOCAÇÃO PROFISSIONAL, TEMOS QUE ARRISCAR POR QUE SE NÃO FICAREMOS SEMPRE NO MESMO LUGAR E CONSEQUENTEMENTE PARA TRÁS.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s