Ser feliz: sou empreendedora, mãe, esposa, mulher…


Aqui estou, mais uma vez em um quarto de hotel me preparando para um treinamento. Mais alguns dias fora de casa deixando marido, filha e minhas “coisinhas”.

Muitas mulheres me perguntam como eu tenho coragem de fazer isso, se eu não sinto culpa por “largar” minha família. Muitos homens me olham com reprovação e só faltam falar: “mulher minha não faria isso!”.

Em compensação, muitos admiram a minha forma de ser, respeitam e aceitam minha opção.

Sou uma pessoa feliz, pois faço coisas me fazem feliz. Optei em ser uma empreendedora, ter meu próprio negócio, trabalhar com treinamento que sempre amei. Apesar de não ser fácil, é muito prazeiroso.

Quis constituir uma família, casei com um homem maravilhoso, parceiro em todas as horas e tivemos uma filha linda e saudável. Temos momentos simples, porém maravilhosos juntos quando estou em casa: um café da manhã, um almoço, um jantar, assistimos filmes e comemos pipocas, brincamos, vamos à missa, fazemos compras, lemos. Esses são nossos pequenos presentes.

Também tenho meus momentos: de leitura, de não fazer nada, de bancar a chef de cozinha, de “mulherzinha”.

Acredito que consigo ter uma vida equilibrada, pois organizo meu tempo para desempenhar esses diversos papéis e principalmente por nunca deixar de fazer o que realmente é importante para mim.

Percebo que muitas mulheres deixam de viver suas próprias vidas para viver a vida de seu marido e filhos. Porém, quando os filhos saem de casa ou o casamento acaba, ocorre um grande vazio e fica muito mais difícil encontrar seu caminho.

Minhas opções não foram feitas apenas para preencher o presente, mas elas têm tudo a ver com minha visão de futuro.

Minha filha está sendo educada para ser uma pessoa independente, que possa decidir seu futuro, que busque soluções aos invés de se lamentar pelos problemas. E tenham certeza, de que apesar de ter apenas 5 anos, já vejo em suas atitudes uma pessoa determinada e segura, por isso acredito ter feito e estar fazendo a coisa certa.

Em um treinamento, um participante me perguntou qual a expectativa que eu tinha para minha filha. Eu respondi: “Nenhuma. Só desejo que ela seja feliz como eu com o caminho que escolher.”

E você? Já escolheu seu caminho da felicidade?

 

 

Anúncios

Um comentário sobre “Ser feliz: sou empreendedora, mãe, esposa, mulher…

  1. akemi horigoshi maeda

    Parabéns por tudo que escreveu….Nós mães, só queremos a felicidade dos nossos filhos, e com certeza fazemos sempre o melhor para eles.Vocês coherão os mais belos frutos, a semente já foi plantada.
    Parabésn mais uma vez, te admiro muito.
    Beijos
    Akemi

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s