Contatos e negócios no mundo virtual

Até que lido bem com a tecnologia, com o avanço das redes sociais. Mas mesmo assim, fico, muitas vezes, surpresa e posso dizer, maravilhada com as coisas que acontecem no mundo dos negócios e que tenho vivenciado.

Contarei minha experiência em ser instrutora de treinamento no Brasil de uma empresa inglesa. Fato inusitado? É claro que não, vários profissionais atuam no Brasil por meio de empresas estrangeiras. Porém, o que é bastante inusitado é o fato de eu nunca ter visto e nem ter sido vista por ninguém dessa consultoria.

E como começa essa história.

Em 2008, recebi um e-mail de um amigo Christian Barbosa da Triad PS dizendo que um argentino havia realizado um contato via LinkedIn sobre indicações de profissionais para atuar na área de treinamento no Brasil e me perguntou se interessaria e confirmei o interesse.

Alguns dias depois, Edmundo Baron da Aprehender, consultoria argentina, entrou em contato, solicitou meu currículo, disse já havia acessado meus perfis e blog na Internet e me convidou para ministrar treinamentos para duas consultorias inglesas no Brasil (a Tercon e a Primeast).

Edmundo me disse que enviariam todo o material do curso via e-mail, teria um tutor que me atenderia via skype, nosso contato também seria via e-mail e o material para os participantes seria enviado diretamente para o local do treinamento em Curitiba.

O primeiro curso foi de Virtual Teams (perfeito para meu primeiro trabalho nesse formato) e o segundo de Coaching Skills.

Sinceramente, fiquei um tanto desconfiada, pois estava tão acostumada com reuniões presenciais, ter de olhar na “cara” das pessoas. Como enviaram os e-tickets da passagem aérea (só reservam Tam) e o voucher do hotel (alto nível – Pestana ou Sheraton), resolvi testar essa solicitação de trabalho. Analisei que se eles não me pagassem, também não teria tanto prejuízo, só pelo material enviado, já teria compensado o aumento de conhecimento.

Fui para o treinamento, local excelente, participantes que já tinham recebido material pre-work e depois receberam o restante no local, coffee-break pontual, almoço corretíssimo.

Terminado o treinamento, instruções via e-mail para escanear comprovantes de gastos (táxi, alimentação e outros) e enviar para o responsável para efetuar o pagamentos dos meus gastos e honorários.

Avaliações e folha de presença deveriam ser enviadas via DHL ou Fedex para a central de treinamento e aí era só esperar o depósito em conta corrente.

Fiquei um mês pensando se tudo aquilo ia dar certo até que o gerente do banco me ligou e pediu para eu ir receber a remessa do exterior que havia chegado. E não é que veio tudo certinho?

Com a crise de 2009, a empresa suspendeu os treinamentos no Brasil, mas esse ano retomaram e solicitaram meus serviços novamente.

Essa experiência de eficiência e acreditar em seu parceiro local me faz repensar sempre a forma como fazemos negócios. A empresa nunca me pediu para assinar um contrato de sigilo e nem de que eu não utilize o material. Ela simplesmente acredita que sou uma profissional ética e honesta.

Talvez, no Brasil, estamos tão acostumados a ver coisas erradas acontecendo que deixamos de acreditar nas pessoas e nos tornamos demasiadamente desconfiados fazendo com que tudo seja documentado e se torne lento.

Além disso, o respeito pelos acordos é algo que acho extraordinário ao trabalhar com esse pessoal da Aprehender e Tercon.

No último treinamento de Career Development, eles não conseguiram me enviar os slides traduzidos como acordado, sendo assim, solicitaram a gentileza de que eu fizesse a tradução e me pagariam um extra pelo serviço. Se fosse no Brasil, talvez me falariam: “Quebra um galho, vai?! Não custa nada!”

Por isso, acho que devo e posso aprender muito com essa experiência, tornando minha empresa mais eficiente quebrando alguns paradigmas de mercado, trazendo muito mais resultados para mim, meus parceiros e clientes.

Já estamos revendo alguns processos, em breve, teremos novidades!

Anúncios

Um comentário sobre “Contatos e negócios no mundo virtual

  1. Muito bom seu post. É um ótimo exemplo da evolução dos negócios com a ajuda da internet. A distância entre empresas e pessoas está cada vez menor, e em alguns casos já não é mais necessário estar presente fisicamente para desenvolver seu trabalho, basta estar conectado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s