Colete dados reais por Abraham Shapiro – HSM (03/02/2012)

Vejo muitos empresários tomando decisões baseadas no feeling, sem verificar dados para balizá-las. Temos instrumentos simples e que podem ser utilizados no nosso dia-a-dia. Isso trará mais segurança e credibilidade. Vejam o texto de Abraham Shapiro que trará sobre isso.

Você pode ter excelentes ideias. Mas, sem respaldo, elas não emplacam.

Um executivo que conheço ficou encarregado da área de produção de sua empresa. Nada ia bem. Atrasos já eram normais. Problemas de qualidade incontroláveis.

O que fez ele? Implantou uma pesquisa de satisfação de clientes. Durante um mês, levantou uma brochura de comentários negativos. De posse destes dados, ele apresentou suas constatações à equipe e desafiou-a a trabalhar para melhoria dos serviços. O grupo criou um projeto de entrega dentro do prazo combinado. Nenhum atraso seria tolerado.

Na primeira semana, os pedidos foram tratados como um paciente na U.T.I. de um bom hospital. Deu tudo certo. Os prazos foram cumpridos e os resultados foram anunciados para todos os funcionários. A maioria fez chacota da situação e espalhou comentários maldosos como: “Até que enfim, eles entregaram no prazo”.

Mas a equipe de produção não se abalou e manteve-se firme em seu propósito. Três meses depois, as piadas pararam.

O pessoal de vendas – que vivia maldizendo a produção – passou a manifestar o respeito devido. Aquele departamento deixou de ser uma área problemática e tornou-se o ponto forte por excelência da companhia. Entregar no prazo passou a ser uma vantagem competitiva.

A pesquisa de satisfação se tornou hoje uma ferramenta de importância dentro da empresa, pois respalda situações muitas vezes bem percebidas pelos líderes, porém, difíceis de ser defendidas sem comprovação. A pesquisa de satisfação é a melhor e a mais completa das provas.

Dados concretos são uma boa base para um aprimoramento sistemático. Não só para empresas. Também para a carreira profissional. Monitorando necessidades e aspectos práticos do próprio trabalho – ou da companhia –, é possível determinar quando faz sentido iniciar uma mudança.

Busque dados relevantes sobre situações recorrentes, como tempo gasto, desvios, pedidos especiais, andamento da produção versus meta etc, e tudo será mais fácil para você. Sim, pois contra fatos não há argumentos.

Anúncios

2 comentários sobre “Colete dados reais por Abraham Shapiro – HSM (03/02/2012)

  1. Prezada Valéria,
    Boa Noite.
    Prazer em saber que a consultora não perdeu ( e não perderá nunca) a ” veia” ( não colocar o acento… rs…) empreendedora.
    Mais um otimo artigo.
    E… vamos em frente”.
    Abs.,
    Prof. Nelson Barbosa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s