Queremos qualidade de vida ou luxo?

Praticamente parados desde março de 2020 os empreendedores de micro empresas estão vivendo um dilema que lhe tiram as noites de sono – as contas!!!

A relação estreita entre vida pessoal e vida profissional pode acarretar erros que comprometem todo o fluxo de caixa de ambos e o que devemos salvar (empresa ou pessoal)?

Esse desafio de manter separado as contas de pessoa física e jurídica já era um problema antes da pandemia, agora ela está mais complicada.

A crise existente no Brasil e mais acentuada com esta pandemia está fazendo com que muitas empresas fechem suas portas, empresas tradicionais ou não.

As medidas muitas vezes estão sendo sentidas no famoso “cortar a própria carne”. Só que para isso é fundamental organizar as finanças e cortar o que é desnecessário no momento.

Mas como definir isso? O que é ou não necessário?

Sempre falo a frase: “Não há nada que seja tão perfeito que não possa ser melhorado”.

Reveja processos, produtos, pessoas – invista seu tempo em reorganizar tudo (vida pessoal e profissional). Faça uma lista do que está consumindo mais as suas finanças, priorize o que pode ser reduzido ou cortado, nem que seja por um tempo.

Um cliente me contou que logo que viu seus clientes sumindo entrou em pânico. Pensou nas suas contas, nos investimentos que fez, na estrutura da casa e da empresa – ficou em choque e teve um colapso mental (não conseguia “achar” uma saída).

Começou a assistir todas as lives que publicavam, fez campanhas de marketing, ligou para os clientes, fez descontos e nada das vendas aumentarem. Foram 45 dias de angústia até que em um determinado momento parou, pensou e agiu com foco!

Percebeu que não é atirando para todo lado que as “coisas” iriam melhorar – a queda da renda é inevitável, o padrão de faturamento iria cair (como caiu para todos nós…) então percebeu que o momento é de “fazer o seu melhor de forma diferente”.

Com foco começou a olhar suas finanças, reduzir o que podia, olhou para os seus investimentos, refez contratos e priorizou a sobrevivência do negócio e da estrutura pessoal.

O legal que não precisou fazer nenhum investimento financeiro para organizar, apenas foco, caneta e papel. Anotou tudo, fez listas de prioridades, determinou o que era e o que não era importante naquele momento, ligou para fornecedores, prestadores de serviço e negociou contratos, pediu mais prazos e determinou um valor mínimo de sobrevivência da empresa e da sua vida pessoal.

Outra frase que gosto é: “Você só gerencia aquilo que se pode ser medido”

Foi o que meu cliente fez, primeiro se organizou, depois priorizou, viu os números e começou a negociar. Começou a ter consciência financeira, saber onde pode aplicar os recursos financeiros de forma estratégica.

Se desesperar é normal, se sentir sem saída também – passado esta fase é concentrar em soluções, não existe fórmula mágica, cada um tem uma forma de sentir esta dor nesta pandemia. Mas buscar ajuda com foco em solução é o início. Assista Lives ou consuma conteúdos que agregam valor a sua vida, mas escolha bem – não veja tudo, pois isso te tira o foco, concentre-se em uma atividade, desenvolva nem que seja um projeto pessoal – algo simples, que possa ser uma válvula de escape para a pressão e depois volte a batalha.

Sairemos dessa, não seremos os mesmos, mas que possamos no mínimo aprender a identificar “se queremos qualidade de vida ou luxo”.

Temos que ter velocidade nas decisões e não pressa – temos de ser mais assertivos e menos achismos.

E fica a dica principal – Reveja sempre suas finanças porque todos os caminhos levam ao financeiro!

Participe da comunidade da Fábrica de Empreendedores (totalmente gratuito), muito conteúdo para te ajudar nesta jornada, com nosso aplicativo você não estará mais sozinho!!!

Só baixar na Play Store o app Fábrica de Empreendedores ou clique aqui.

Até o próximo post…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s