Quanto preciso para abrir um negócio?

Muitas pessoas quando desejam abrir uma empresa apenas pensam no valor que elas têm em mãos e começam a buscar negócios que girem em torno desse valor.

Isso é um grande erro!

Não é dessa forma que se inicia um negócio. A primeira coisa que é necessário fazer é o que talvez você já esteja cansado de ouvir, mas ainda não entendeu: é preciso olhar para o mercado e verificar qual problema ou necessidade que existe para que você possa atender.

Se você quiser oferecer algo que esse mercado não precisa, não venderá nada e consequentemente não terá um bom negócio.

Darei um exemplo que passei em um seminário Empretec há muitos anos em uma cidade do interior do Paraná.

Estava contando o caso de um dono de rotisseria de SP e percebi que as pessoas olhavam com uma cara estranha para mim. Até que um dos facilitadores que estava na nossa equipe perguntou: “Valeria, o que é uma rotisseria?”.

Fiquei meio de cara porque para mim era a coisa mais comum, porém em uma cidade do interior onde todas as pessoas almoçam em casa porque é tudo perto, o tempo parece que anda mais devagar, colonizada por europeus que possuem o hábito de produzir vários alimentos em casa, não fazia sentido o “negócio rotisseria” que expliquei o que era. Eles se perguntavam: “Por que alguém vai comprar comida pronta?”

Imagine, você pegando o dinheiro que tem, sai de SP achando que rotisseria é uma boa e dá para montar com o valor que possui, chega nessa cidade porque acredita que vai bombar (afinal não terá nenhum concorrente) e ninguém compra seus produtos (mesmo sendo de qualidade).

Por isso, entender a necessidade ou o problema é a primeira coisa. Esse tipo de negócio pode ser bom em um determinado local, mas péssimo em outro ou também pode ser ruim de qualquer jeito, só você que acredita nele.

Outro passo é verificar se o tipo de negócio está alinhado com seu propósito e gostos pessoais. Muita gente pode achar: “Ah! Se der dinheiro tá tudo bem!”. Talvez, no início isso funcione, mas no decorrer do negócio, se você não gosta daquilo, o desânimo pode tomar conta e você começa, até inconscientemente, a largar o negócio e aí o dinheiro também já era.

E depois, é olhar de forma muito minuciosa para o seu planejamento financeiro. Não é quanto você tem, mas olhar para quanto você deseja faturar e ter de lucro e em cima disso com um projeto de negócio, verificar quanto se gastaria com ele.

Lembre-se de todos os detalhes. Exemplo: se você quer montar uma loja não é só o ambiente físico. Você precisa sim se preocupar com ele (externamente e internamente), depois com o estoque, legalização da empresa, funcionários e qualquer outra despesa que por ventura tenha.

Liste tudo isso, pesquise valores para chegar no valor do investimento inicial. Já vi empresários que montaram a estrutura física e esqueceram dos equipamentos internos e estoque e assim, não tinham mais dinheiro e quebraram antes de começar a empresa.

Depois pense no capital de giro porque você demorará um período para começar a recuperar o dinheiro investido e terá que manter sua empresa enquanto ela não começa a dar lucro.

São ações que muitos empresários não fazem e já começam com grande dificuldade.

Se você não sabe por onde começar, entre em contato conosco porque podemos ajudar a organizar e planejar seu negócio e suas finanças com um plano que caberá no seu bolso.

Clique aqui para entrar em contato conosco

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s