Filmes para inspirar você a se planejar financeiramente…

slide1

Mais uma série de filmes para nos inspirar em querer fazer um planejamento financeiro.

Acesse o blog Teucontrole e descubra como esses filmes podem motivá-lo a querer começar a administrar melhor suas finanças.

Abraços e até o próximo post…

Fábrica de Empreendedores

Planejamento Semanal parte 1

manplan

Planejamento Semanal – Parte 1

Olá…

Se você colocar a palavra Planejamento Semanal no google irá ter várias informações, explicações, definições, imagens, textos, significados, instituições entre outras.

Mas o que é Planejamento Semanal? Em uma definição simplista e pessoal, acredito ser “pensar, antes de agir”. É se dedicar por um tempo a pensar, no que e como fazer na semana as suas atividades.

Se começarmos o dia sabendo o que temos que fazer (pode-se chamar de executar), as nossas atitudes ficam mais positivas e o nosso tempo mais organizado.

Essas duas palavras – positivas e organizadas – já valem pelo esforço de planejar. O que realmente acontece que não sabemos planejar, somos muitas vezes doutrinados a fazer – sair fazendo, ou seja, “fazejamento”, que muitas vezes nos geram retrabalhos ou tempo desperdiçado, que nos dão sensações negativas e promovem a desorganização, que acabam indo para o sentimento de desmotivação, pois não conseguimos concluir o que queremos.

Mas como fazer Planejamento Semanal?

Você encontrará várias técnicas no Google, mas de novo vamos para a simplicidade, o que vamos mostrar tem dado resultado para muitas pessoas, mas o principal de tudo é ter dedicação, planejar requer disciplina, tempo e foco. Então vamos aos 6 primeiros processos:

  1. Escolha um dia (aconselhamos sexta – pelo simples motivo de ter a semana inteira pela frente, o passado é experiência, o presente é a decisão, e o futuro é a execução, e para executar precisamos de tempo)
  2. Escolha um período do tempo (aconselhamos final da tarde de sexta, pois já sabe o que errou na semana e pode buscar acertar a próxima semana, histórico é muito importante para decidir)
  3. Delimite quanto tempo irá planejar, três dias, ou a semana, caso esteja começando, faça o planejamento de 3 dias.
  4. Entenda que o seu dia deverá ser de 24 horas, 07 dias da semana, classificando suas atividades em tarefas e compromissos (explicarei a diferença entre tarefas e compromissos).
  5. Escolha o local para planejar, que seja arejado, iluminado e com poucas ou nenhuma interrupção quando estiver planejando.
  6. Outro fato importante é ter uma agenda, seja ela papel ou tecnológica, aconselhamos primeiro uma de papel, para poder anotar e entender como você “funciona”, depois utilize a tecnologia.

Ótimo, se você seguiu os passos acima, já está organizado para começar o Planejamento Semanal em si, organização é um dos principais fatores para que o planejamento semanal dê certo.

Este post está dividido em partes, para que o aprendizado seja consistente e duradouro, vamos dar um tempo para você se organizar, daqui 2 dias iremos publicar a segunda parte. Se tiver dificuldades ou dúvidas até lá, encaminhe um email para comercial@fabricadeempreendedores.com e iremos auxiliá-lo ou deixe seu comentário abaixo.

Até o próximo post.

Fazendo do mesmo jeito

Slide1

Fazendo do mesmo jeito e querendo resultados diferentes…Loucura!!!

É engraçado como as pessoas buscam por mudanças, é na virada do ano, é depois do carnaval, na próxima segunda e aí a fora. Mas logo desistem e voltam para o “morninho”, se apegam a frases de mudança ou de transformação, mostradas nas redes sociais, compartilha, coloca curtir, mas dois minutos depois, volta para o “morninho”, e o pior, colocando desculpas verdadeiras pela sua falta de vontade.

Li este post no http://www.contioutra.com e quero compartilhar com vocês http://www.contioutra.com/por-que-algumas-pessoas-repetem-sempre-os-mesmos-erros/  até quando você se deixará ser conduzido por suas desculpas? Até quando o “morninho” vai tomar conta de você.

Mudanças não são fáceis, requer decisões e comprometimento com o novo, seja mudar de emprego, de cidade, de marido/ esposa, mas se algo está te incomodando, não fique só reclamando, planeje, busque sair do morninho, não se acostume com o problema – se fizer uma atividade por dia, para que esta mudança ocorra, garanto que ela será menos dolorosa e mais tranquila – agora se tomar esta decisão de mudança sem pensar nas consequência, de maneira irresponsável, a dor de cabeça será maior.

Só existe um culpado nesta história, e é VOCÊ e somente uma pessoa pode mudar isso, que também é VOCÊ.

Aprenda estar no controle, ou você está no “teu controle” ou alguém está te controlando, as vezes é o “morninho” no controle.

Deixe suas experiências abaixo em “comentários”, podemos compartilhar e crescer juntos.

Até o próximo post…

Fábrica de Empreendedores

Empreender por Oportunidade ou por Necessidade

 

oprxnec

Empreender por Necessidade ou Oportunidade

Pesquisando na internet sobre empreendedorismo e o crescimento de pessoas que querem empreender, me deparei com esta matéria do Estadão PME.

Essa matéria é de 2015, mas nos faz, nesses dias de turbulência econômica, querer pensar, de como começar a empreender por necessidade e transformá-lo em oportunidade.

Olhando para o cenário de 2015 e o cenário de hoje, o que acertamos como empreendedor e o que erramos, uma avaliação desse período e entendendo os rumos da economia que estamos, pode ajudar a tomar decisões futuras.

Segue link com a matéria http://pme.estadao.com.br/noticias/noticias,empreendedorismo-por-necessidade-pode-se-transformar-em-uma-oportunidade,5784,0.htm

Se gostou, compartilhe em sua rede social, e querendo contar um pouco dos seus desafios, escreva em comentários, ou precisando de ajuda estaremos sempre à disposição de empreendedores e futuros empreendedores, seja ele por oportunidade ou por necessidade.

Fábrica de Empreendedores

Business Model Canvas

Business Model Canvas

Business Model Canvas ou “Quadro de modelo de negócios” é uma ferramenta de gerenciamento estratégico, que permite desenvolver e esboçar modelos de negócio novos ou existentes. É um mapa visual pré-formatado contendo nove blocos do modelo de negócios.

CANVAS-portugues_Empreendenet-e1425589981841

Business Model Canvas foi inicialmente proposto por Alexander Osterwalder baseado no seu trabalho anterior sobre Business Model Ontology.

As descrições formais do negócio se tornam blocos para construir suas atividades. Com seu padrão de design de modelo de negócios, uma empresa pode facilmente descrever seu modelo de negócios.

Business Model Canvas é um mapa dos principais itens que constituem uma empresa, pode ser também uma receita de estratégia, que deve estar sempre sendo revisado cada quadrante ao longo do tempo para saber se cada um está sendo bem atendido ou se é necessário fazer alteração em algum deles para se conseguir um melhor resultado. O mapa é um resumo dos pontos chave de um plano de negócio, mas não deixa de excluir um plano de negócio em si, é uma ferramenta menos formal que pode ser utilizada com mais frequência no dia a dia.

  • Infraestrutura ou respostas “Como?”
      • Atividades-chave: As atividades mais importantes para executar a proposição de valor da empresa. Exemplo: a Bic teve que criar uma eficiente supply chain para reduzir  os custos.
      • Recursos-chave: Os recursos que são necessários para criar valor para o cliente. São considerados ativos da empresa e são necessários para manter e dar suporte ao negócio. Esses recursos podem ser humanos, financeiros, físicos ou intelectuais.
      • Rede de parceiros: As alianças de negócios que complementam os outros aspectos do modelo de negócio.
  • Oferta ou respostas “O que?”
      • Proposição de Valor: Uma proposição de valor é uma visão geral dos produtos e serviços que, juntos, representam valor para um segmento de clientes específico. Descreve a forma como a empresa se ​​diferencia dos seus concorrentes e é a razão pela qual os clientes compram de uma certa empresa e não de outra.
  • Clientes ou respostas “Para quem?”
      • Segmentos de clientes: o público-alvo para os produtos e serviços de uma empresa.
      • Canais: O meio pelo qual uma empresa fornece produtos e serviços aos clientes. Isso inclui a estratégia de marketing e de distribuição de uma empresa.
      • Relacionamento com o Cliente: A empresa estabelece ligações entre si e os seus diferentes segmentos de clientes. O processo de gestão de relacionamento com o cliente é chamado de customer relationship management (CRM).
  • Finanças ou respostas “Quanto?”
      • Estrutura de custos: As consequências monetárias dos meios utilizados no modelo de negócios.
      • Fluxos de receita: A forma como a empresa ganha dinheiro através de uma variedade de fluxos de receitas. Rendimentos de uma empresa.

Business Model Canvas pode ser impresso numa grande superfície para grupos de pessoas começarem a esboçar e discutir elementos do modelo de negócios com lembretes em Post-it ou marcadores para quadro branco. É uma ferramenta que comenta o entendimento, a discussão, a criatividade e a análise.

Existem vários aplicativos para smartphones ou tablets, abaixo indicamos dois:
Slide1     Slide1
Indicamos como leitura o livro “Business Model Generation” escrito por Alexander Osterwalder e Yves Pigneur pela editora Alta Books.

livro canvas

Está em dúvida de como começar, quer dar sugestões ou compartilhar experiências, deixe seus comentários abaixo que entraremos em contato e se gostou indique nosso blog.

Até o próximo Post.

Fábrica de Empreendedores

 

Filme: “Invictus” – visão e planejamento de Mandela

Primeiro, não tenho nem o que falar desses dois atores: Morgan Freeman e Matt Damon, talentosíssimos e brilhantes como sempre.

Filme que se passa na África do Sul, após a eleição de Nelson Mandela ainda com vários conflitos entre negros e brancos, mas com o sonho de Mandela de transformar o país destroçado em uma nação arco-íris unindo as pessoas de todas as tribos, cores, classes sociais.

Ao assistir a um jogo de rugby, percebe que pode utilizar o esporte para unir seu povo. Porém, o time do país, o Springboks está totalmente desacreditado pelos torcedores, pois não consegue vencer as partidas. Os brancos torcem para o time, os negros torcem contra, pois para eles representa os duros anos do Apartheid.

Mandela chama o capitão do time Pienaar para ajudá-lo na empreitada e para isso, ele tem que levar o time à final da Copa do Mundo de Rugby que será realizada na África do Sul. Transformar o time perdedor em campeão e fazer com que brancos e negros se unam em prol da comemoração do título.

É um filme que retrata brilhantemente a visão de futuro de Mandela e o planejamento para alcançar o resultado desejado.

A visão de Mandela é ver um país unido sem preconceito e discriminação, ele tem uma informação de que a final da Copa Mundial de Rugby atingiria quase 3 bilhões de pessoas pela televisão e aí viu uma forma de divulgar a África para o mundo e unir seu povo.

Os dirigentes negros que comandavam a pasta de esportes queriam mudar o logotipo e as cores do time por remeter à lembrança de um esporte de brancos e assim, afrontá-los.

Mandela foi contra, muitos não concordaram com sua opinião, mas o que ele desejava com este ato era mostrar que ele não era contra os brancos e queria ser um elemento pacificador, pois muitos brancos acreditaram que com sua eleição, ele faria de tudo para prejudicá-los.

Para aproximar o time dos negros buscou ajuda do capitão do time, buscando levar o rugby para perto deles utilizando de algumas estratégias, pois eles preferiam jogar futebol.

Uma das estratégias, foi utilizar Chester, o único negro do time como garoto propaganda na comunidade negra; a fim de que eles se vissem dentro do time. Assim, teriam um ídolo, um metamodelo a seguir.

Outra estratégia foi levar os jogadores do time para ensinar rugby para as crianças das comunidades negras. Isso possibilitou uma aproximação entre as pessoas. Os jogadores foram conhecer uma realidade que não conheciam e as crianças se aproximaram de algo que nunca pensaram e perceberam humanidade nas atitudes.

Mandela ia a todos os jogos possíveis para mostrar que ele era um torcedor do time. Um repórter perguntou a Mandela se era verdade que quando ele estava na prisão ele torcia contra e ele disse que sim, mas que as coisas mudam. Isto é, deixando uma mensagem clara aos sulafricanos que as coisas tinham que mudar.

À medida que o time ganhava, aumentava o número de torcedores. Mandela conseguiu fazer com que as pessoas entendessem que eles não estavam torcendo para uma cor, mas para seu país.

Os jogadores que inicialmente, achavam uma besteira aprender o novo hino nacional, perceberam que isso fortaleceria esse espírito de união que começava a ser instalado e aprenderam para cantar verdadeiramente no início do jogo.

O time desacreditado inicialmente, chegou à final e ganhou dos favoritos e Mandela conseguiu o que desejava, brancos e negros assistindo juntos aos jogos, torcendo pelo time de seu país e comemorando juntos a união.

Dizem que foi o dia mais feliz na África do Sul. Mandela com sua visão (muitas vezes incompreendida), estabeleceu estratégias, movimentou as peças certas e alcançou o resultado desejado.

Em empresas, se procede da mesma forma: o empreendedor visionário estabelece onde deseja chegar, estabelece passo a passo tudo o que deve ser feito, busca informações e utiliza pessoas-chaves para atingir seu objetivo.