Business Model Canvas

Business Model Canvas

Business Model Canvas ou “Quadro de modelo de negócios” é uma ferramenta de gerenciamento estratégico, que permite desenvolver e esboçar modelos de negócio novos ou existentes. É um mapa visual pré-formatado contendo nove blocos do modelo de negócios.

CANVAS-portugues_Empreendenet-e1425589981841

Business Model Canvas foi inicialmente proposto por Alexander Osterwalder baseado no seu trabalho anterior sobre Business Model Ontology.

As descrições formais do negócio se tornam blocos para construir suas atividades. Com seu padrão de design de modelo de negócios, uma empresa pode facilmente descrever seu modelo de negócios.

Business Model Canvas é um mapa dos principais itens que constituem uma empresa, pode ser também uma receita de estratégia, que deve estar sempre sendo revisado cada quadrante ao longo do tempo para saber se cada um está sendo bem atendido ou se é necessário fazer alteração em algum deles para se conseguir um melhor resultado. O mapa é um resumo dos pontos chave de um plano de negócio, mas não deixa de excluir um plano de negócio em si, é uma ferramenta menos formal que pode ser utilizada com mais frequência no dia a dia.

  • Infraestrutura ou respostas “Como?”
      • Atividades-chave: As atividades mais importantes para executar a proposição de valor da empresa. Exemplo: a Bic teve que criar uma eficiente supply chain para reduzir  os custos.
      • Recursos-chave: Os recursos que são necessários para criar valor para o cliente. São considerados ativos da empresa e são necessários para manter e dar suporte ao negócio. Esses recursos podem ser humanos, financeiros, físicos ou intelectuais.
      • Rede de parceiros: As alianças de negócios que complementam os outros aspectos do modelo de negócio.
  • Oferta ou respostas “O que?”
      • Proposição de Valor: Uma proposição de valor é uma visão geral dos produtos e serviços que, juntos, representam valor para um segmento de clientes específico. Descreve a forma como a empresa se ​​diferencia dos seus concorrentes e é a razão pela qual os clientes compram de uma certa empresa e não de outra.
  • Clientes ou respostas “Para quem?”
      • Segmentos de clientes: o público-alvo para os produtos e serviços de uma empresa.
      • Canais: O meio pelo qual uma empresa fornece produtos e serviços aos clientes. Isso inclui a estratégia de marketing e de distribuição de uma empresa.
      • Relacionamento com o Cliente: A empresa estabelece ligações entre si e os seus diferentes segmentos de clientes. O processo de gestão de relacionamento com o cliente é chamado de customer relationship management (CRM).
  • Finanças ou respostas “Quanto?”
      • Estrutura de custos: As consequências monetárias dos meios utilizados no modelo de negócios.
      • Fluxos de receita: A forma como a empresa ganha dinheiro através de uma variedade de fluxos de receitas. Rendimentos de uma empresa.

Business Model Canvas pode ser impresso numa grande superfície para grupos de pessoas começarem a esboçar e discutir elementos do modelo de negócios com lembretes em Post-it ou marcadores para quadro branco. É uma ferramenta que comenta o entendimento, a discussão, a criatividade e a análise.

Existem vários aplicativos para smartphones ou tablets, abaixo indicamos dois:
Slide1     Slide1
Indicamos como leitura o livro “Business Model Generation” escrito por Alexander Osterwalder e Yves Pigneur pela editora Alta Books.

livro canvas

Está em dúvida de como começar, quer dar sugestões ou compartilhar experiências, deixe seus comentários abaixo que entraremos em contato e se gostou indique nosso blog.

Até o próximo Post.

Fábrica de Empreendedores

 

Meta x Projeto

meta versus planejamento

O que é Meta e o que é Projeto ?

Conversando com amigos e clientes, me deparo sempre com a pergunta:

Qual a diferença entre Meta e Projeto?

Na Fábrica de Empreendedores definimos da seguinte forma:

Meta

É caminho ou o passo-a-passo para se chegar a um objetivo. É um desafio, algo que se pode realizar, uma etapa a ser atingida dentro de um objetivo, no seu topo ou em parte.

Projeto

Um projeto é um esforço temporário empreendido para criar um produto, serviço ou resultado exclusivo. Os projetos e as operações diferem, principalmente, no fato de que os projetos são temporários e exclusivos, enquanto as operações são contínuas e repetitivas. (segundo PMBOK)

E logo em seguinte vem a pergunta:

E como faço minhas Metas e os meus Projetos?

Então vamos as metodologias:

Meta

Utilizamos o modelo SMART para criar as metas, SMART é um acróstico para os termos em inglês: Specific, Measurable, Archievable, Relevant e Time-bound que em português seria eSpecifico, Mensurável, Alcançável, Relevante e Temporal, vamos entender cada uma delas, utilizaremos o exemplo de “comprar um apartamento”:

  • eSpecífico: Neste item você pode se perguntar – O quê?
    • Ex: o que quero desse apartamento, quantos quartos, tamanho do apartamento, local, quantos banheiros, vagas na garagem, sala de jantar, cozinha, ou seja, ser o mais específico possível, tão específico que você começa a visualizar o apartamento.
  • Mensurável: Neste item você pode se perguntar – Quanto?
    • Ex: aqui você começa a pesquisar na região escolhida e com suas referências quanto custa este apartamento.
  • Alcançável: Neste item você pode se perguntar – Como?
    • Ex: neste passo você começa a criar as possibilidades, é neste momento que você cria as suas tarefas, como irá fazer, criar etapas, desenhar cenários, otimizar recursos e priorizar as ações.
  • Relevante: Neste item você se pergunta – Porquê?
    • Ex: aqui neste item, é que vai ser eu motivador, porque quero esta Meta, o que pretendo, quais os benefícios que terei comprando este apartamento, o que me motiva a gerar ações para alcançar esta Meta. Enquanto não responder este item, não prossiga com a criação da Meta, esse motivo tem que ser forte, para que você não desista.
  • Temporal: Neste item você se pergunta – Quando?
    • Ex: Quando irei comprar o apartamento, com base na data de compra, você irá alinhar as suas tarefas, você precisa de um limitador para criar todo o cenário, caso não tenha, as tarefas serão feitas quando der, e provavelmente estarão fadados ao fracasso.

Projeto          

Projeto é o evento que tem início e fim (escopo) bem definidos. Seguindo conceitos, dividimos o projeto em 05 partes:

  • Iniciação
  • Planejamento
  • Execução
  • Monitoramento e controle
  • Encerramento

Vamos continuar com o exemplo do apartamento. No primeiro momento tivemos a Meta de comprar o apartamento, após concluída a compra, agora queremos reformar o apartamento, isso já é um Projeto.

  1. Iniciação

Iremos definir o que queremos nesta reforma do apartamento, aqui você irá fazer o “escopo”, irá colocar todos os itens de mudança e melhorias.

  1. Planejamento

Neste passo iremos criar as tarefas a serem executadas, dividir funções, alocar pessoas, ver cronograma, é o momento “de pensar antes de agir”.

  1. Execução

É a parte que gostamos, é o colocar a mão na massa, é começar a agir baseado no escopo e executado através do planejamento.

  1. Monitoramento e controle

Parte importante do processo, neste item você verifica se tudo que foi planejado está sendo executado dentro do prazo e do valor estipulado, como se diz “o olho do dono que engorda o gado”, é acompanhar de perto, ver a evolução, se tudo está dentro do combinado em projeto e alinhado com o escopo.

  1. Encerramento

A entrega do Projeto, parte que todos querem atingir, verificar se tudo que está no escopo foi entregue, se o planejamento não fugiu do orçamento e do tempo. É a finalização que começou com uma META e foi concluído com um Projeto.

Bom, espero ter esclarecido, mas se você tem alguma dúvida ou quer compartilhar experiências, faça seus comentários abaixo, no próximo post irei falar sobre o Modelo Canvas.

Até o próximo post…

Fábrica de Empreendedores