Como dar mesada aos filhos

Mais um post sobre finanças do nosso parceiro TeuControle.com

mesada_meu-bolso-azul

Não adianta nada fazer um controle das finanças se você não explica à família o real motivo desse controle. Quando se faz o controle das finanças entre o casal da família fica mais simples, pois eles sabem como anda as finanças no dia a dia.

Passar esse comprometimento aos filhos que é o desafio, pois suas necessidades e valores sobre o dinheiro são diferentes de nós, pais. Um bom caminho para explicar finanças aos filhos é começar trabalhando a mesada, e o que é mesada?

 educacao-financeira-pais-filhos-mesada “É um valor acordado entre pais e filhos a ser entregue regularmente para que os filhos aprendam a lidar com dinheiro com uma certa independência” – neste caso ainda não é uma independência total.

Para que os filhos entendam o valor do dinheiro, o ideal é começar o mais cedo possível, o educador financeiro Álvaro Modernell explica como pode ser este processo.

Este processo pode ser aplicado no TeuControle.com, utilizando como recurso – adicionar uma despesa com o nome “mesada” e utilizar repetir “semanalmente ou mensalmente”.

Olhe o quadro abaixo para ter der dicas e um parâmetro de periodicidade:

slide1

Outra dúvida frequente é: qual o valor deve ser dado? O importante é os pais terem a noção muito clara a respeito de suas condições financeiras, não se baseie pelo “coleguinha” da escola, é buscar uma média.

 pais-educacao-financeira-filhos Entenda que a mesada é um instrumento de educação financeira. Ela por si só não ensina nada, é preciso orientação dos pais. A utilização do TeuControle.com vai te ajudar criando “perfis” na aba Configurações – Criar Perfil.

É explicar que se ele (criança/ adolescente) quer comprar algo e custa mais caro do que ele recebe de mesada, precisa juntar 2 ou 3 mesadas para adquirir, pode ensinar a pedir descontos com pagamento à vista, comparar preços (pesquisas de mercado).

Devemos manter o compromisso como pais de comprar o lanche da escola, pois se utilizarmos a mesada para a compra do lanche pode ocorrer o risco de que a criança troque o lanche pelo dinheiro. É o mesmo caso na adolescência, manter a compra de roupas, sapatos e cursos como prioridade dentro do orçamento da família sem comprometer a mesada, mas se quiser comprar algo que foge ao orçamento familiar, aí sim deve-se utilizar a mesada como recurso.

filhos-empreendedores Uma outra forma de melhorar a mesada é estimular o empreendedorismo da criança/ adolescente, desenvolver uma atividade que gere renda. Se a criança/ adolescente tem alguma habilidade artística pode ensinar alguém ou produzir para vender. Sempre com orientação dos pais.

Nunca compre notas escolares! Se tirou boas notas o valor permanece o mesmo, se as notas não estão boas, limite-se apenas a monitorar os gastos, a mesada será mantida.

Estimule a criança/ adolescente a poupar no mínimo 20% da mesada. Mantenha uma regra clara sobre o que você irá pagar e o que irá sair da mesada dele.

Uma outra dica importante: se você vai dar R$ 100,00, dê R$ 50,00, a escassez ensina mais do que a abundância! É mais fácil equilibrar a mesada para cima do que para baixo.

Educação financeira se baseia em “quando tem o dinheiro disponível, pode-se consumir, mas sem perder a responsabilidade, quando não tem é preciso esperar e juntar para conseguir o que quer”.

Acesse TeuControle.com e tenha uma saúde financeira estável, porque é “você, no controle das suas finanças”.

Se gostou das dicas compartilhe nas suas redes sociais. Abraços e até o próximo post.

Equipe TeuControle.com

marca-teucontrole

Anúncios

Quero sair do vermelho!

porco-mvf

Parceiro da Fábrica de Empreendedores o TeuControle.com é um sistema que te ajuda a organizar e planejar o seu dia a dia nas finanças. Confira o post que separamos para você!.

Quero sair do vermelho!

Hoje, o que mais escutamos na mídia, nos bate-papos no trabalho ou fora dele é que as pessoas estão no vermelho ou estão prestes a entrar nele.

Com o ano acabando as dificuldades aumentam, pois é renovação de mensalidade escolar, é a chegada do final do ano onde os gastos com presentes aumentam, as cobranças sobre inadimplências obtidas durante o ano aumentam, ou seja, preocupações e mais preocupações.

E contar com o 13º salário para quem é empregado, muitas vezes é contar com algo que já está comprometido.

Este post é para dar algumas dicas para sair ou não entrar no vermelho. São elas:

  1. O primeiro passo é entender qual é o montante da dívida, não é só o valor que importa, mas quanto tempo e para quem está devendo. Faça uma lista priorizando pelo tempo da dívida;
Valor da Dívida Tempo da Dívida Para quem deve?
 

 

  1. Agora complete esta lista com as receitas (salário, aluguel, receitas extras), despesas fixas (aluguel, condomínio, contas de luz etc.) e agora os gastos variáveis (restaurante, mercado, cuidados pessoais). Com esses dados chegou a hora de fazer uma análise para definir o que você pode cortar, diminuir ou zerar os gastos;

 

Receitas

Despesas Fixas Gastos Variáveis Valor da Dívida Tempo da Dívida

Para quem deve?

 
 

 

O TeuControle pode te ajudar a colocar suas contas em dia. É só transferir esses dados da tabela e os gráficos irão orientá-lo a tomar uma decisão.

  1. Observe a tabela e priorize as dívidas mais altas e que cobram mais juros (cartão de crédito, cheque especial etc.). A partir do momento que você prioriza, observe qual a dívida que deve ser negociada primeiro, evitando uma bola de neve sem controle;
  2. Com os valores em mãos e com as taxas aplicadas a cada dívida, verifique se não existe no mercado modelos de créditos que cobram menos juros, como o empréstimo consignado ou crédito pessoal, assim você pode quitar um cartão de crédito que tem juros altos e ter uma dívida com juros menores;
  3. A palavra-chave neste momento é renegociar dívidas com credores, mas para negociar dívida também tem que ter um bom planejamento. Faça uma proposta real, de acordo com suas possibilidades financeiras, deixe claro que você quer uma negociação boa para ambos os lados, não prometa nada que não possa cumprir;
  4. Não basta apenas renegociar as dívidas, você precisa ter controle sobre os gastos, como dizemos no TeuControle “…é você, no controle de suas finanças”. Você precisa mudar os hábitos de consumo e a forma como lida com seu dinheiro. Elimine, nem que seja por um tempo, assinaturas de revistas que não lê, academia que nunca vai, compras por impulso entre outras. Com a tabela fica mais fácil de identificar onde estão esses custos e assim diminui-lo ou eliminá-lo;
  5. Agora o mais importante do processo é começar a pensar em uma reserva, com planejamento, organização e o TeuControle pode ajudá-lo no financeiro e no corte de gastos. Sair do vermelho é possível, não gaste mais do que ganha, faça reserva poupando ou investindo, eliminando gastos desnecessários e buscando o equilíbrio mensal ou diário das suas finanças.

Gerencie suas finanças com equilíbrio e sabedoria e viva uma vida com mais segurança financeira. É você, no controle das suas finanças.

Até o próximo post.

Equipe TeuControle

Planejamento Semanal – Parte 2

planejamento

Planejamento Semanal – Parte 2

Olá…

Dando sequência à parte 1 do planejamento semanal, agora vamos entender o que você tem para a sua semana. Comece a fazer uma lista de atividades que você quer executar durante a semana, divida essas atividades em tarefas e compromissos.

Tarefa é algo que você irá fazer durante o dia, ou seja, de manhã, a tarde ou a noite e leva um determinado tempo para executar, compromisso é um período de tempo já pré-determinado, com início e fim, exemplo uma consulta médica, que tem data e horários de início e fim.

Você vai fazer um checklist das atividades, como abaixo:

  • Ir ao médico
  • Fazer relatório de vendas
  • Reunião com diretoria
  • Exames médicos
  • Preparar sala de reunião
  • Desenvolver projeto de Marketing

Lembre-se que você está colocando atividades que realmente acredita que irá fazer, sejam elas pessoais ou do trabalho. Feito o checklist das suas atividades, agora é o momento de distribuir durante a semana que irá começar. Vamos ver o exemplo:

  • Segunda-feira:

Ir ao médico (compromisso) – horário das 9:00 as 10:00 hrs

Preparar sala de reunião (tarefa) – duração será de 01 hora

  • Terça-feira:

fazer exame médico (compromisso) – horário das 07:00 as 08:00 hrs

Reunião com diretoria (compromisso) – horário das 14:30 às 16:00 hrs

  • Quarta-feira:

desenvolver projeto de Marketing (tarefa) – duração de 03 horas

Fazer relatórios de vendas (tarefa) – duração de 01 hora

Perceba que você começou a entender o seu dia a dia, que na segunda você tem 02 horas de atividades, na terça 02 horas e meia de atividades e na quarta você tem 04 horas de atividades – aqui você já sabe dizer que na quarta seu tempo já está ficando mais apertado, que é melhor não colocar muita atividade neste dia, que é bom fazer um “replanejamento”.

Faça esse Planejamento Pessoal de 03 dias durante pelo menos 30 dias, e observe os resultados, quando estiver com mais prática, ou se sentir mais confortável, comece a fazer 07 dias, fica a dica do post 01 de começar o Planejamento Semanal na sexta.

No próximo post irei gravar um vídeo mostrando isso na prática, fique atendo e se tiver dúvidas nos encaminhe um email no comercial@fabricadeempreendedores.com.br contando sua dificuldade e lhe ajudaremos,  até o próximo post.

Planejamento Semanal parte 1

manplan

Planejamento Semanal – Parte 1

Olá…

Se você colocar a palavra Planejamento Semanal no google irá ter várias informações, explicações, definições, imagens, textos, significados, instituições entre outras.

Mas o que é Planejamento Semanal? Em uma definição simplista e pessoal, acredito ser “pensar, antes de agir”. É se dedicar por um tempo a pensar, no que e como fazer na semana as suas atividades.

Se começarmos o dia sabendo o que temos que fazer (pode-se chamar de executar), as nossas atitudes ficam mais positivas e o nosso tempo mais organizado.

Essas duas palavras – positivas e organizadas – já valem pelo esforço de planejar. O que realmente acontece que não sabemos planejar, somos muitas vezes doutrinados a fazer – sair fazendo, ou seja, “fazejamento”, que muitas vezes nos geram retrabalhos ou tempo desperdiçado, que nos dão sensações negativas e promovem a desorganização, que acabam indo para o sentimento de desmotivação, pois não conseguimos concluir o que queremos.

Mas como fazer Planejamento Semanal?

Você encontrará várias técnicas no Google, mas de novo vamos para a simplicidade, o que vamos mostrar tem dado resultado para muitas pessoas, mas o principal de tudo é ter dedicação, planejar requer disciplina, tempo e foco. Então vamos aos 6 primeiros processos:

  1. Escolha um dia (aconselhamos sexta – pelo simples motivo de ter a semana inteira pela frente, o passado é experiência, o presente é a decisão, e o futuro é a execução, e para executar precisamos de tempo)
  2. Escolha um período do tempo (aconselhamos final da tarde de sexta, pois já sabe o que errou na semana e pode buscar acertar a próxima semana, histórico é muito importante para decidir)
  3. Delimite quanto tempo irá planejar, três dias, ou a semana, caso esteja começando, faça o planejamento de 3 dias.
  4. Entenda que o seu dia deverá ser de 24 horas, 07 dias da semana, classificando suas atividades em tarefas e compromissos (explicarei a diferença entre tarefas e compromissos).
  5. Escolha o local para planejar, que seja arejado, iluminado e com poucas ou nenhuma interrupção quando estiver planejando.
  6. Outro fato importante é ter uma agenda, seja ela papel ou tecnológica, aconselhamos primeiro uma de papel, para poder anotar e entender como você “funciona”, depois utilize a tecnologia.

Ótimo, se você seguiu os passos acima, já está organizado para começar o Planejamento Semanal em si, organização é um dos principais fatores para que o planejamento semanal dê certo.

Este post está dividido em partes, para que o aprendizado seja consistente e duradouro, vamos dar um tempo para você se organizar, daqui 2 dias iremos publicar a segunda parte. Se tiver dificuldades ou dúvidas até lá, encaminhe um email para comercial@fabricadeempreendedores.com e iremos auxiliá-lo ou deixe seu comentário abaixo.

Até o próximo post.

08 dicas de planejamento

planejamento

Planejamento

planejamento é uma ferramenta administrativa, que possibilita perceber a realidade, avaliar os caminhos, construir um referencial futuro, o trâmite adequado e reavaliar todo o processo a que o acoplamento se destina. Sendo, portanto, o lado racional da ação.

Em outras palavras para nós da Fábrica de Empreendedores “é pensar antes de agir”.

Todos sabem da importância de se planejar, mas geralmente acreditam que só serve para as grandes empresas, mas se você perceber vale para média ou pequena também,  mas vou além, vale para o seu dia a dia, para as suas rotinas – planejar a sua semana, vai lhe poupar de aborrecimentos.  E o melhor, cada vez que você planejar, irá deixar históricos de atividades que te ajudam no futuro a tomar decisões.

Sempre que planejamos ganhamos tempo, e minimizamos os custos, mas vale lembrar que planejamento é diferente de “fazejamento”. Se você planeja no momento do acontecimento, isso é “fazejamento” pois vai tomar ações imediatas e muitas vezes sem pensar no que irá acontecer, resolve rápido, mas sem ter noção dos custos de tempo e dinheiro, as vezes acerta, más, por experiência te digo que não são as melhores.

Vou dar algumas dicas de como começar a planejar, mas lembre-se que é uma rotina, quando mais você planejar, mais você aprende e melhora o seu planejamento.

  1. Crie um padrão para planejar, um dia e um horário, pois assim as pessoas a sua volta perceberão que você tem um ritual, e não irão incomodá-lo. Eu gosto do domingo finalzinho da tarde, entre 18:00 e 19:00 horas, pois estou tranquilo e já sei alguns detalhes da semana. Um dia ruim para planejar é segunda, pois você já acorda “pilhado” e já tem várias tarefas pré-agendadas, segunda não é dia de planejar, é dia de ação.
  2. Pense na sua semana como um todo. O que preciso alcançar? Qual é o prazo que tenho? Quais são os recursos que possuo, ou que vou precisar? Quais são as pessoas que podem me ajudar? Como posso engajar essas pessoas na minha semana? Que benefício eu vou disponibilizar a quem irá contribuir?
  3. Tenha Metas claras, eu utilizo o método SMART (eSpecífico, Mensurável, Alcançável, Relevante e Temporal) irei fazer um post sobre esta metodologia em breve. Avalie sempre o progresso dessa Meta, utilizando algum indicador.
  4. Avalie esses indicadores e observe se precisa mudar o plano, ver se ele está evoluindo ou se existe algum problema no planejamento, acompanhar sempre.
  5. Não fique frustrado se algo estiver dando errado, se você estiver acompanhando de perto o seu planejamento, as ações para resgatar o caminho serão eficazes e terá tempo para corrigir.
  6. Busque informações de outros modelos de planejamento, ou observe outros modelos de gestão, veja o que deu certo (aplique) e o que deu errado (melhore/ corrija).
  7. Observe os talentos dentro da equipe, uma forma de avaliar pessoas e entender como elas funcionam é utilizar e abusar do “delegar” – mas delegar com responsabilidade, passar todas as informações necessárias, não deixar espaço para as dúvidas.
  8. E por fim, comemore os resultados positivos, compartilhe com a equipe o sucesso das entregas, ou a realização do trabalho, seja ele empresarial ou pessoal. Caso exista problemas, fale em particular com os envolvidos, busque soluções, e sempre se mostre à disposição para resolver juntos.

Quer contar algumas experiências, mande um email ou comente abaixo, podemos compartilhar e aprender juntos, e assim a rede de aprendizado cresce.

Abraços e até o próximo post.

Fábrica de Empreendedores